19/11/2020

Conheça as 19 vacinas oferecidas pelo SUS

O Sistema Único de Saúde (SUS) é respeitado mundialmente não apenas por ser o maior Serviço Público de atendimento à saúde do mundo ...

O Sistema Único de Saúde (SUS) é respeitado mundialmente não apenas por ser o maior Serviço Público de atendimento à saúde do mundo, mas também pela gama de atendimentos ofertados gratuitamente à população. 

 

Mesmo com os problemas devido à falta de investimento público, o SUS é capaz de manter grande parte dos serviços que estão na Lei 8.080 de 1990, que instituiu e formalizou o Sistema.

 

Sua idealização vinha sendo discutida desde as definições sobre Saúde na Constituição Federal de 1988, onde no artigo 196 consta: “A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”.

 

Com 20 anos de existência, talvez o SUS passe pelo seu maior desafio: o combate à epidemia de coronavírus. Desde março profissionais de saúde enfrentam uma severa carga de trabalho, que infelizmente tem propiciado que muitos acabam se infectando com a covid.

 

Mas talvez o maior desafio ainda esteja por vir. Ao ser desenvolvida a vacina (onde o SUS pode ter participação), será responsabilidade do SUS imunizar toda a população.

 

A vacina contra a covid será apenas mais uma das ofertadas pelo Sistema de Saúde. No momento são 19 tipos de vacinas que salvam a população contra 20 tipos de doença.

 

Confira as vacinas ofertadas pelo SUS na idade adequada

 

Infância: 

 

Para vacinar, basta levar a criança a um posto ou Unidade Básica de Saúde (UBS) com o cartão/caderneta da criança. O ideal é que cada dose seja administrada na idade recomendada. Entretanto, se perdeu o prazo para alguma dose é importante voltar à unidade de saúde para atualizar as vacinas. 

 

BCG (Bacilo Calmette-Guerin) – (previne as formas graves de tuberculose, principalmente miliar e meníngea) – dose única

 

Hepatite B–(previne a hepatite B) – dose ao nascer

 

Penta (previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e infecções causadas pelo Haemophilus influenzae B) – três doses

 

Vacina Poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) – (VIP) (previne a poliomielite) – três doses

 

Pneumocócica 10 Valente (conjugada) (previne a pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – três doses

 

Rotavírus humano (previne diarreia por rotavírus) – duas dose

 

Meningocócica C (conjugada) – (previne Doença invasiva causada pela Neisseria meningitidis do sorogrupo C) – três dose

 

Febre Amarela – uma dose (previne a febre amarela)

 

Tríplice viral (previne sarampo, caxumba e rubéola) – 1ª dose  

 

DTP (previne a difteria, tétano e coqueluche) – duas doses

 

Hepatite A – uma dose

 

Tetra viral – (previne sarampo, rubéola, caxumba e varicela/catapora) – uma dose

  

Varicela atenuada (previne varicela/catapora) – uma dose

 

Adolescente:

 

Algumas vacinas só são administradas na adolescência. Outras precisam de reforço nessa faixa etária. Além disso, doses atrasadas também podem ser colocadas em dia. 

 

HPV (previne o papiloma, vírus humano que causa cânceres e verrugas genitais) – duas doses 

 

Meningocócica C (conjugada) (previne doença invasiva causada por Neisseria meningitidis do sorogrupo C) – Dose única ou reforço (a depender da situação vacinal anterior)

 

Hepatite B – 3 doses (a depender da situação vacinal anterior)

 

Febre Amarela – 1 dose (a depender da situação vacinal anterior)

 

Dupla Adulto (dT) (previne difteria e tétano) – Reforço a cada 10 anos

 

Tríplice viral (previne sarampo, caxumba e rubéola) – 2 doses (de acordo com a situação vacinal anterior)

 

Pneumocócica 23 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – 1 dose (a depender da situação vacinal anterior) – (está indicada para população indígena e grupos-alvo específicos)

 

Adulto:

 

Hepatite B – 3 doses (a depender da situação vacinal anterior)

 

Febre Amarela – dose única (a depender da situação vacinal anterior)

 

Tríplice viral  (previne sarampo, caxumba e rubéola) – Verificar a situação vacinal anterior, se nunca vacinado: receber 2 doses (20 a 29 anos) e 1 dose (30 a 49 anos)

 

Dupla adulto (dT) (previne difteria e tétano) – reforço a cada 10 anos

 

Pneumocócica 23 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – uma dose 

 

Idoso: 

 

Hepatite B – 3 doses (verificar situação vacinal anterior)

 

Febre Amarela – dose única (verificar situação vacinal anterior)

 

Dupla Adulto (dT) – (previne difteria e tétano) – reforço a cada 10 anos

 

Pneumocócica 23 Valente (previne pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) – reforço (a depender da situação vacinal anterior) – A vacina está indicada para população indígena e grupos-alvo específicos, como pessoas com 60 anos e mais não vacinados que vivem acamados e/ou em instituições fechadas.

 

Influenza – Uma dose (anual)

 

Gestante: 

 

A vacina para mulheres grávidas é essencial para prevenir doenças para si e para o bebê.

 

Hepatite B – três doses (a depender da situação vacinal anterior)

 

Dupla Adulto (dT) (previne difteria e tétano) – 3 doses (a depender da situação vacinal anterior)

 

dTpa  (Tríplice bacteriana acelular do tipo adulto) – (previne difteria, tétano e coqueluche) – Uma dose a cada gestação a partir da 20ª semana de gestação ou no puerpério (até 45 dias após o parto).

 

Influenza  – Uma dose (anual)

 

O SUS tem um calendário específico para a população indígena. Você pode conferir na página especial do Sistema.

 




  • perfil
  • BannerLateralMunean-207x111
  • tv coren