17/01/2021

Enfermeira Mônica Calazans é a 1ª vacinada contra Covid-19 no Brasil

A enfermeira intensivista Mônica Calazans, plantonista do hospital paulista Emílio

A enfermeira intensivista Mônica Calazans, plantonista do hospital paulista Emílio Ribas,

Vacinação foi transmitida ao vivo

referência em infectologia e Covid-19, foi a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 no Brasil. Mônica recebeu hoje (17/1) a primeira dose da Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a biofarmacêutica chinesa Sinovac.

“Estou muito orgulhosa de tudo isso. Meu nome está aí no mundo inteiro. Mônica Calazans, 54 anos, negra e participante de pesquisa. […] Tenho muito orgulho disso e falo, como brasileira: vamos nos vacinar. Não tenham medo. É isso que nós estávamos esperando”, afirmou a enfermeira à imprensa, rebatendo as críticas dos negacionistas. Mônica atua na linha de frente do combate à Covid-19, e foi voluntária nos testes da vacina.

Moradora de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, Mônica trabalhou como auxiliar de Enfermagem por 26 anos e cursou a graduação já na maturidade.

Logo após Mônica, foi vacinada Vanusa Kaimbé, indígena guarani que vive em aldeia em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo. “A vacina salva vidas. É a única garantia da nossa existência”, afirmou Vanusa. Indígenas e profissionais de Saúde estão entre os grupos prioritários para a vacinação.

Vacinas aprovadas – A Anvisa anunciou hoje a autorização para uso emergencial das vacinas produzidas pelo Instituto Butantan e a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz). Os testes indicam que ambas têm eficácia similar, segundo especialistas da Sociedade Brasileira de Imunologia.

Fonte: Ascom – Cofen




  • perfil
  • BannerLateralMunean-207x111
  • tv coren