20/04/2022

Coren-PB promove desagravo público em defesa de enfermeira

Em 2020, ela foi desrespeitada e exposta em suas prerrogativas profissionais por três médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgênci ...

O Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren-PB), realizou ato de desagravo em favor da enfermeira Fernanda Nepomuceno. Em 2020, ela foi desrespeitada e exposta em suas prerrogativas profissionais por três médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em Campina Grande.

Conforme consta na solicitação de desagravo, as ofensas iniciaram após Fernanda relatar no livro de ocorrência o abandono do profissional médico de um paciente oncológico grave, deixando-a sozinha durante o atendimento. Por registrar o fato no livro, Fernanda passou a ser ofendida em grupos de WhatsApp, com comentários preconceituosos e homofóbicos. Diante da pressão que se instaurava por parte dos agressores, a enfermeira foi sujeita a vergonha pública e tendo suas habilidades profissionais questionadas”, relata Rayra Beserra, presidente do Coren-PB.

Em resposta, o Coren-PB promoveu, na manhã desta quarta-feira (21), um desagravo público em favor da profissional. “Repudiamos posturas que atentem contra o exercício da enfermagem, mantendo-se firme na adoção de todas as medidas que estiverem ao nosso alcance para não permitir abusos como este”, frisou.

Emocionada, Fernanda Nepomuceno agradeceu ao Coren-PB em promover o ato e salientou que tal iniciativa demonstra a importância da valorização e do respeito aos profissionais de enfermagem.

Participaram do ato o Conselheiro Aerton Meireles, o coordenador do processo ético do Coren-PB, Júnior Gomes, o responsável técnico de enfermagem do Samu-CG, José Santos e o coordenador médico, Ismael Kim.

 




  • perfil
  • BannerLateralMunean-207x111
  • tv coren