19/09/2018

Serviços de hemodiálise recebem fiscalização do Coren-PB em todo o estado

Com objetivo de verificar o dimensionamento de profissionais de enfermagem

Com objetivo de verificar o dimensionamento de profissionais de enfermagem nos serviços de hemodiálise de todo o estado, o Conselho Regional de Enfermagem de Paraíba (Coren-PB), realizou a Operação de Fiscalização, durante o mês de agosto.

A ação faz parte da força-tarefa realizada em todo país, idealizada pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). O objetivo principal é identificar os prejuízos trazidos à população pela Portaria 1675/2018, publicada pelo Ministério da Saúde, que aumentou a quantidade de pacientes sob os cuidados dos profissionais de enfermagem.

Com a nova portaria, um técnico de enfermagem será responsável por 6 pacientes e um enfermeiro por 50 pacientes com Doença Renal Crônica (DRC. Antes, cada enfermeiro era responsável pelo atendimento de 35 pacientes.

“A portaria estabelece uma quantidade de profissionais que gera uma sobrecarga ainda maior para a enfermagem. Ela oferece riscos assistenciais para os pacientes e para os profissionais”, afirma Renata Ramalho, presidente do Coren-PB.

Na Paraíba, existem 13 instituições de saúde que atendem pacientes com DRC e todas receberam a visita da fiscalização. Além do dimensionamento inadequado, outras irregularidades foram encontradas, os serviços e profissionais foram notificados.  “Foi ofertado um prazo para que se ajustem e, caso não sejam cumpridas as determinações, serão tomadas as medidas cabíveis”, afirma Glauber Galiza, fiscal responsável pelas inspeções.




  • perfil
  • BannerLateralMunean-207x111
  • enfermagem
  • tv coren