11/02/2020

Coren PB realiza sessão de Desagravo Público em favor de Enfermeira; leia a Nota

Foi em cumprimento ao art. 8º do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, aprovado pela Resolução Cofen nº 564, de 6 de novembr ...

O Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren PB), representado pela presidente, Renata Ramalho, realizou nno último dia 30 sessão de Desagravo Público em favor da Enfermeira, Dra. Simone Fernandes do Nascimento, que foi desrespeitada no exercício de suas funções pela médica do Hospital Geral de Mamanguape/PB, Dra. Christianne Palmeira Videres.

 

Dra. Simone, cumprindo com seu trabalho de preservar a saúde do paciente, que tinha sofrido um trauma torácico, pediu que Dra. Christianne a acompanhasse em ambulância, mas a mesma se recusou em embate com alteração de voz contra a profissional, seguindo apenas com o motorista para o Hospital de Trauma, o que configurou um grave desrespeito a enfermeira.

 

Foi em cumprimento ao art. 8º do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, aprovado pela Resolução Cofen nº 564, de 6 de novembro de 2017, e art. 8º da Resolução Cofen nº 433/2012 que o pedido de Desagravo foi analisado, julgado e deferido pelo Coren PB.

 

O desagravo Público é uma manifestação do Conselho Regional em favor de profissionais de enfermagem que tenham sofrido qualquer tipo de ofensa durante o exercício da profissão.

 

Sobre o caso, Dra. Simone Fernandes do Nascimento disse: “Precisamos lutar juntos para que profissionais que se acham superiores à nossa classe possam enxergar e reconhecer nossa importância para a Saúde e o cuidado com o ser humano”. E completou: “Espero que sirva (o desagravo) como incentivo para outros profissionais que caso sofram agressões verbais, físicas ou de qualquer natureza, possam ter coragem de denunciar e buscar seus direitos. Assim como eu fiz. Pois somos a linha de frente na assistência a saúde e merecemos ser respeitadas”, reiterou.

 

Já a presidente do Coren PB, destacou que repudia atos como este contra os profissionais de enfermagem. “Atitudes e ações como esta, que agridem o profissional de Enfermagem são inadmissíveis. Visto que, a Enfermagem, como atividade da linha frente na assistência à saúde, merece ser respeitada, como bem lembrou Dra. Simone”, arrematou.

 

Também estiveram presentes na sessão de Desagravo o coordenador do Departamento de Processos Éticos do Coren PB, Dr. Júnior Gomes, Dr. Emanoell Almeida e o diretor Técnico da Unidade Hospitalar, Dr. José Roberto.

 

Leia a Nota na íntegra. nota_20200211114711 (1)




  • perfil
  • BannerLateralMunean-207x111
  • tv coren