11/04/2018

Coren apoia greve da enfermagem em Patos, mas alerta sobre a permanência mínima de 30% do contingente

Alertamos, porém, que deve ser mantido a presença do contingente percentual mínimo de 30% dos servidores trabalhando, com sistema de rodízi ...

Profissionais de enfermagem participaram, na ultima quinta-feira (5), de uma manifestação que deu início à greve dos servidores públicos do município de Patos. Os manifestantes alegam más condições nos locais de trabalho. Com exceção dos professores, o movimento foi aderido por todos os funcionários públicos.

A presidente do Coren-PB, Renata Ramalho, declara que o Conselho apoia as reivindicações. “A enfermagem lida diretamente com a vida do paciente, portanto é necessário que tenha condições dignas de trabalho e que sejam valorizados. Alertamos, porém, que deve ser mantido a presença do contingente percentual mínimo de 30% dos servidores trabalhando, com sistema de rodízio entre eles, para não prejudicar o atendimento à população”, pontua.

Na sexta-feira (6), através de ofício encaminhado ao Coren-PB, a Secretaria de Saúde do municipio informou que, em virtude da greve, remanejou profissionais em caráter temporário, devido a necessidade da população, nas seguintes Unidades: Pedro Leandro, Geraldo Carvalho, Pedro Firmino e Nabor Wanderley.

 




  • perfil
  • BannerLateralMunean-207x111
  • enfermagem
  • tv coren